- Humor

VAZIO 2

sábado, outubro 08, 2011Teresa Varela

Não conheço o autor da anedota, mas, já que as palavras me faltam, deixo-vos algo para sorrirem e, simultaneamente, meditarem nas falhas de comunicação.
Comunicamos falando, olhando, gesticulando, pela forma como andamos ou nos sentamos, pelas nossas atitudes e comportamos e de muitas outras formas.
Todas as formas de comunicar podem gerar confusões, mal-entendidos, irritações, ódios, separações,............. Tudo era bem mais fácil se disséssemos, uns aos outros, clara e concisamente, o que sentimos ou pensamos, mas, a maioria das vezes, as coisas não funcionam bem assim.
A comunicação escrita é menos atreita a gerar estas confusões, mas, mesmo assim, vejam lá no que deu.



A DIFERENÇA ENTRE ORIGINAL E CÓPIA
Um jovem noviço chegou ao mosteiro e deram-lhe a tarefa de ajudar os outros monges a transcrever os antigos cânones e regras da Igreja. Ele surpreendeu-se ao ver que os monges faziam o seu trabalho a partir de cópias e não dos manuscritos originais.
 Foi falar com o abade e explicou que, se alguém cometesse um erro na  primeira cópia, esse erro se propagaria em todas as cópias posteriores. O abade respondeu que há séculos copiavam da cópia anterior, mas que achava bem procedente a observação do noviço.
 Na manhã seguinte, o abade desceu até as profundezas das caves, onde eram conservados os manuscritos e pergaminhos originais, intocados há muitos séculos.
Passou-se a manhã, a tarde e depois a noite, sem que o abade desse sinal de vida.
 Preocupado, o jovem noviço decidiu descer e ver o que estava a acontecer. Encontrou o abade completamente descontrolado, com as vestes rasgadas,  batendo com a cabeça ensanguentada  nos veneráveis muros do mosteiro.
 Espantado, o  jovem monge perguntou:
- Abade, o que aconteceu?
 - Aaaaaaaahhhhhhhhhh!!!  CARIDADE...CARIDADE!!! Eram votos de "CARIDADE" que tínhamos que fazer.... E não de "CASTIDADE"!!!

Também poderá gostar de ver

2 comentários

  1. Esta está melhor que boa!
    E fica meu coração sangrando com peninha dos monges e padres que tanta coisa tiveram de fazer às escondidas, ao longo de séculos, para que a castidade fingisse ser cumprida e a caridade nunca lhes faltasse...
    Beijos da
    Maga

    ResponderEliminar
  2. kkkkkkkk muito bom pra um domingo...rir ainda é o melhor remédio!
    Beijuuss, amada, n.a.

    ResponderEliminar

Vou adorar ler os seus comentários....
Concorde, discorde, dê a sua opinião...
Volte sempre.
Bem-haja pela sua visita

Popular Posts

PUBLICAÇÃO EM DESTAQUE

PRÉMIOS DE FOTOGRAFIA - ANIMAIS SELVAGENS HILARIANTES - II

PARTE 2 DE 8 Não resisto a partilhar estas imagens fantásticas e divertidas do   "HILARIOUS WINNERS OF THE FIRST ANNUAL ‘COMEDY WI...

recent posts

MY GOOGLE+