Coragem Vida. Espiritualidade

NUNCA DESISTAS DE TI

segunda-feira, janeiro 09, 2012Teresa Varela

Conta a lenda que, certo dia, um fazendeiro, que possuía alguns cavalos para ajudar nos trabalhos na sua fazenda,  foi informado, pelo capataz, de que um dos seus cavalos havia caído num velho poço abandonado. 
Deslocando-se rapidamente ao local do acidente avaliou a situação. Concluiu  que o animal não se magoara, mas, pela dificuldade e alto custo de retirá-lo do fundo do poço, não valeria a pena investir numa operação de resgate.
Tomou então a difícil decisão e mandou o capataz  sacrificar o animal, jogando terra no poço até enterrá-lo ali mesmo.  E, assim foi feito. Os empregados, comandados pelo capataz, começaram a jogar terra para dentro do buraco de forma a cobrir o cavalo.
Mas, à medida que a terra lhe caía em cima, o cavalo sacudia-a e ela ia-se acumulando no fundo, possibilitando que este fosse subindo a cada nova porção de terra atirada.
Então, os homens perceberam que o cavalo não se deixava enterrar, mas, pelo contrário, estava subindo à medida que a terra enchia o poço, até que, por fim, conseguiu sair.
O fazendeiro ficou muito satisfeito, com este final feliz, e o cavalo viveu ainda muitos anos na fazenda. (Autor desconhecido)

Muitas vezes, ao longo da vida, sentimo-nos, tal como o cavalo da lenda, como se estivéssemos no fundo do poço e a vida nos estivesse a soterrar. Mas, tal como ele, podemos usar as nossas habilidades, conhecimentos, coragem, inteligência e fé para transformar a "terra", que nos cai em cima, em apoio para sairmos do poço.
Dos sofrimentos, problemas, dificuldades ou desafios, que a vida nos coloca, podemos sempre retirar ensinamentos e sabedoria. Mas, talvez que o maior de todos seja o de nos  apercebermos da capacidade que temos de nos superar a nós mesmos.
Desistir de nós, dos nossos valores e daqueles a quem amamos, não é, ou não deveria ser, uma opção. 



Também poderá gostar de ver

2 comentários

  1. É verdade...muitas vezes me sinto assim e penso que não vou conseguir sair do fundo do poço. Mas, e até hj não sei como, vem essa força interior me fazendo levantar e prosseguir. Uma coisa é fato: não é fácil não! E seria um pouco mais se tivéssemos GENTE a nos ajudar. Pq será que desaparecem quase todos quando estamos lá embaixo???!!! Aprendi que essas horas são as que nos mostram quem realmente sempre está conosco independente de como ou onde estamos!
    Beijuuss, amaaada, n.a.

    ResponderEliminar
  2. Amiga, esta história é velha, mas com ela vem toda a sabedoria do animal Homem, que ao longo da vida tem sempre evoluido, não só em sabedoria, mas em como a aplicar!
    Um beijo da
    Maga

    ResponderEliminar

Vou adorar ler os seus comentários....
Concorde, discorde, dê a sua opinião...
Volte sempre.
Bem-haja pela sua visita

Popular Posts

PUBLICAÇÃO EM DESTAQUE

PRÉMIOS DE FOTOGRAFIA - ANIMAIS SELVAGENS HILARIANTES - II

PARTE 2 DE 8 Não resisto a partilhar estas imagens fantásticas e divertidas do   "HILARIOUS WINNERS OF THE FIRST ANNUAL ‘COMEDY WI...

recent posts

MY GOOGLE+