O PODER DAS LÁGRIMAS


 Chorar, chorar, não é um sinal de fraqueza, mas sim uma manifestação de uma emoção.  Choramos por diversas razões. Choramos de tristeza, de alegria, de raiva, de ódio, de medo, de desespero, de impotência, de humilhação,  ou até como forma de tentarmos manipular os outros, para os levar a fazer o que queremos, ou para chamar a atenção.
Nem todas as lágrimas são verdadeiras, mas, a maioria das vezes, elas são a manifestação de um sentimento profundo que nos invade o coração, a mente e a alma. 
Mas chorar é um poderoso curativo para as dores verdadeiras, elas ajudam-nos a compreender e  aceitar melhor as coisas que nos fazem sofrer e o seu "sal" "desinfeta" e  ajuda a cicatrizar.
Não devemos ter pena de quem chora, devemos sim consolar, apoiar, tentar ajudar, ouvir ou apenas ESTAR ALI.
Está triste? Sofreu uma perda? Está a viver um momento doloroso?  Chore, chorar ajuda a libertar-se do  sofrimento. Não tenha vergonha, Não fique a pensar que é piegas.  As dores físicas ou espirituais são difíceis de viver.  Chorar é apenas sinal de que estamos vivos e que sentimos as coisas.

 



Mas não faça do choro um ritual diário, se não essas lágrimas perderão o significado e o poder curativo que têm e farão de si apenas mais um/a chorão/ona, sempre a lamentar-se de tudo.  Sempre cheio de tudo e sempre com falta de alguma coisa.

Comentários