Mundo Virtual Projetos

Virtualmente virtual

quinta-feira, abril 25, 2013Teresa Varela


Imagem original (2011) do cabeçalho deste blog - Lema " Só existem dois dias em que nada pode ser feito. Um chama-se ontem e o outro chama-se amanhã, portanto, hoje é o dia certo para amar, acreditar e, principalmente, viver." Dalai Lama
Em 2011 "descobri" os blogs e as redes sociais.  Até essa altura só utilizava a internet para enviar e receber emails e procurar informações de todos os tipos.
Em Julho de 2011, quando, finalmente, recebi a última nota, relativa à conclusão do 1º ano do meu mestrado, suspirei de alívio e, subitamente, fiquei sem saber o que fazer, parecia que tinha demasiado tempo para mim e não sabia o que havia de fazer com ele.
De repente, a família, o trabalho, as casas, os filmes e livros sabiam-me a pouco. Essa fase coincidiu, certamente não por acidente, com a minha tomada de consciência de que tinha entrado na caminhada inexorável em direção aos 60.
Estranhamente, não me consciencializei desse facto quando fiz os 50, mas, sim, quando me aproximava, a passos largos, dos 51.
Nessa altura, fui tomada de uma espécie de compulsão,  não queria deixar nada por fazer, como se, de súbito, tivesse compreendido que o tempo me começava a faltar, para tantos sonhos e projetos que queria cumprir.
Foi, então, que criei este blog, pois, desde que me conheço que gosto de escrever, sem, contudo, até essa data, ter partilhado  o que escrevia, a não ser com a família e alguns, poucos, amigos, e o mundo virtual dava-me agora a oportunidade de o fazer.
Sentia que tinha uma palavra a dizer, sentimentos a partilhar, contactos a estabelecer. 
Pela mesma razão, criei o meu perfil no facebook.  Como tudo o que é novo para nós, este era um mundo a descobrir.
E, foi, então, que achei que poderia utilizar as redes sociais para tentar, de alguma forma, contribuir para um mundo melhor, particularmente nestes tempos de crise, mudança e sofrimento.
Cartão de visita da Página Comunitária de Solidariedade "Fantástico Portugal - Engenho & Arte No Humanismo & na Solidariedade"
Cartão de visita da Página Comunitária "Caminhos e Labirintos - Projeções de um Perfil Fugidio". 
Esta Página pretendia servir, não só para partilhar tudo o que escrevo nos meu blogs, como, também para que os Fans pudessem comentar essas publicações  e/ou partilhar as suas próprias publicações ou outras criações artísticas,  pinturas, música, artes decorativas, artesanato, ou outra coisa qualquer.
Por essa razão, criei  grupos de partilha cultural, artística e de solidariedade. Posteriormente,  criei as Páginas dentro da mesma linha e, até mesmo, um site, grupo e página, para um Movimento "Movimento pela Defesa do Montado de Sobro", o qual tinha sido criado por um pequeno grupo de pessoas, entre as quais eu própria, com interesses comuns, na Natureza, Floresta, Montado de Sobro, Agricultura, Agropecuária e no desenvolvimento socioeconómico a eles associado.
Cartão de visita da Página do Movimento pela Defesa do Montado de Sobro
Finalmente, decidi que deveria ter outro blog, Projeções de um Perfil Fugidio, para partilha e debate de temas mais específicos, a Educação e a Natureza, os quais são, desde sempre, as minhas maiores paixões.
Por natureza, sou uma pessoa reflexiva, gosto de analisar a realidade que me cerca, e a mim própria, de uma forma objetiva, analítica, fundamentada e, de certa forma, desapaixonada. Pois, ainda que seja uma pessoa espiritual, sou, simultaneamente, cética e realista.
Tudo isto faz com que as minhas escolhas, decisões e opiniões, sejam de que tipo forem, se prendam, acima de tudo, com a objetividade dos factos, a reflexão e análise dos mesmos, e o menos possível com as minhas emoções, procurando sempre que se apoiem no bom senso e na lucidez.
Nunca serei uma líder, as minhas características pessoais não me permitem acreditar fanaticamente em coisa alguma, pois, por sistema, ponho tudo em causa.  Gosto de debater temas com pessoas inteligentes e com conhecimentos, que questionem as minhas posições, através de opiniões e análises fundamentadas.
Mas, por mais objetivos que sejamos, a todos nos é dado sonhar e eu não sou exceção. Se sonhar é um voo de imaginação, tentar concretizar os nossos sonhos é um risco e pode tornar-se numa fonte de desilusões.
Este blog tem cumprido alguns dos meus sonhos, de escrita e partilha, pois considero que tem um número de visualizações bastante razoável. Contudo, por vezes, a ausência de comentários, por parte dos que me leem, deixa-me um pouco triste, pois essa falta de feedback não me permite saber o que pensam, nem evoluir ou melhorar. Considero que as críticas, sejam elas concordando, discordando, aplaudindo ou apontando erros ou falhas, contribuem para o nosso crescimento e evolução, contribuem para que tentemos fazer melhor.
Já não posso dizer o mesmo das páginas e grupos que criei. Com exceção da página e grupo do Movimento, todos os outros têm menos seguidores / amigos do que eu própria tenho na minha página pessoal
Penso que, em parte, a causa da falta de adesão, às Páginas e Grupos, possa prender-se com o meu realismo, ou, talvez, com a minha falta de "fundamentalismo".
Se o que pretendi foi ser uma espécie de um Guia, falhei redondamente.  Os Guias "acreditam" ferozmente nas "verdades incontestáveis" que dizem. Assumindo a atitude de que, de facto, mesmo que humildemente digam que não, têm todas as respostas e conhecem mistérios insondáveis que aos demais estão vedados.
Ou, será que o que me faltou foi a paixão?
Ou, será que tentei fazer demasiadas coisas ao mesmo tempo?
Ou, será que, afinal, o mundo virtual é, só e apenas,  virtualmente virtual?
Certo é que cheguei a uma decisão, se criei páginas de solidariedade, de cultura e criatividade, em que os restantes membros, ou poucos seguidores, não participam e onde apenas eu me mantenho ativa, mais vale descontinuá-las. 
Não parece fazer qualquer sentido continuar a mantê-las. Afinal, o tempo necessário para as gerir e procurar e partilhar informações, acaba por ser um desperdício de tempo e energia, pois não produz o efeito desejado e, talvez, por serem várias páginas, acabe por me desviar do fundamental
Assim, já que as Páginas "sou eu", inseri no meu perfil uma nova opção "Seguir" e, dentro em breve, porque não quero, de forma alguma, deixar morrer os meus sonhos e projetos de partilha, debate, solidariedade, etc., passarei a partilhar todas as informações no meu próprio perfil, acima de tudo, porque  não posso, nem quero, defraudar aqueles que procuram nessas páginas algo que os ajude, apoie, encaminhe, informe, inspire ou divirta.
Manterei os grupos, com eles partilharei as informações que colocar no meu perfil e sejam do âmbito dos mesmos. Manterei a página do Movimento, pois tem seguidores num número que considero suficiente, ainda que o Movimento, em si mesmo,  já me tenha desiludido, pois que este não evoluiu por forma a ser capaz de levar a cabo algumas ações que considero seriam fundamentais, para poder fazer a diferença, para ser, de facto, uma voz.
Constato, mais uma vez, com tristeza, que existe uma enorme dificuldade em reunir pessoas para, ativamente, realizarem ações comuns, em prole de um grupo, de uma comunidade, de um país, ou do mundo, caso estas não gerem dividendos para os próprios.
Felizmente, todos os dias vemos nascer novos pequenos grupos, novos pequenos movimentos, humanitários e de solidariedade, os quais são a prova de que, lentamente, iremos mudar de mentalidade.
Um dia, finalmente, compreenderemos que unindo esforços, colaborando uns com os outros, seremos mais fortes e faremos do mundo um lugar melhor.
Eu estarei sempre por aqui...


Também poderá gostar de ver

2 comentários

  1. Tê amaaaada! Começo dizendo o de sempre: tenho dificuldade em deixar comentário por aqui...nem sempre essa janela se abre e não sei explicar o motivo! Desde que passou para esse modelo é assim e com a verificação de palavras então...afff De qualquer maneira o que posso lhe dizer dessas redes sociais é o que vivo: tomam sim muito tempo da gente. Precisamos estar di-a-ri-a-men-te escrevendo, visitando e comentando nos blogs dos amigos, curtindo etc e tal. paraque tenhamos algum "retorno". Quando comecei o Divã postava todos os dias, depois com minha doença mamária em 2010 dia sim dia não, depois 03 vezes na semana e hoje em dia quando o humor me permite...não sei dizer se desencantei, cansei ou falta-me a inspiração inicial que me deixava horas a fio na frente dessa telinha. Não creio que vc vá abandonar seus sonhos e lutas! Talvez esteja fazendo um ajuste necessário para prosseguir e sei que assim será. Por falar em sonhos e concretização dos mesmos, venho te convidar pra conhecer o PREMAMETTA (lá no Divã) e contar com sua ajuda da maneira que der. É um projeto bacanérrimo de uma amiga minha...e tenho certeza que vc tb irá aderir.
    Beijuuss irmã siamesa nessa alma linda de viver!

    ResponderEliminar
  2. Olá, Teresa. Sempre acompanho teus textos, e o que acontece aqui acontece em meus blogs também: poucos comentários! Alguém aqui fora me disse que blogs estão fora de moda, são cafonas; mas se fosse assim, como pode ser que existam tantos, e alguns com mais de 10 mil seguidores? Não creio nisso! Tenho um perfil no Face, mas sinceramente, não gosto muito. Prefiro aqui, mesmo tendo como eco de minhas palavras, o silêncio. tem tanta coisa em ebulição o tempo todo dentro de mim, que eu escrevo, escrevo e escrevo...

    ResponderEliminar

Vou adorar ler os seus comentários....
Concorde, discorde, dê a sua opinião...
Volte sempre.
Bem-haja pela sua visita

Popular Posts

PUBLICAÇÃO EM DESTAQUE

PRÉMIOS DE FOTOGRAFIA - ANIMAIS SELVAGENS HILARIANTES - II

PARTE 2 DE 8 Não resisto a partilhar estas imagens fantásticas e divertidas do   "HILARIOUS WINNERS OF THE FIRST ANNUAL ‘COMEDY WI...

recent posts

MY GOOGLE+