Depressão

Em busca do Sorriso

quarta-feira, maio 01, 2013Teresa Varela

Já sentiu que, por mais que se tenha esforçado, por mais que tenha tentado, por mais que se tenha dado, nada corresponde às suas expetativas, nada lhe dá verdadeira satisfação, tudo, na sua vida, perdeu o encanto e a única coisa que lhe ocorre dizer é: Bem, é melhor do que nada.
Mas, e quando esse "melhor do que nada" deixa de fazer sentido e já não lhe serve como apoio, muleta ou consolo?
E, quando os seus olhos  rasam de lágrimas, sem motivo aparente?
E, quando se auto-flagela, dizendo, para si próprio, que não pode ser mal agradecido, porque existem muito outros que vivem coisas bem mais graves, difíceis e perturbadoras? 
Mas, esse pensamento ainda o irrita ou entristece mais, pois, nem ao menos parece ter o direito de sentir, ou queixar-se, das suas dores.
Já sentiu que já não se reconhece? Que já não sabe bem quem é? E que apenas lhe resta a nostalgia daquilo que foi?
Quando a vida perde o sentido e a graça. Quando, olhando em direção ao futuro, já não espera nada, não deseja nada, não sonha nada, e apenas continua o seu caminho porque o dever e os compromissos assumidos a isso o obrigam. 
Quando isso acontece, chegou ao fundo do poço.
Vai ter que assumir, você é forte, persistente, lutador, generoso, dedicado, amigo do seu amigo, responsável, amável, e .... , mas, você está cansado...Afinal, você não é invencível. A vida pô-lo KO.
A isso chama-se depressão e você vai ter que se render à evidência. Precisa de ajuda, sozinho não conseguirá erguer-se. Mesmo que essa ajuda venha, apenas, de um comprimido colorido, ou de uma cápsula doirada.
Não desista de si... Vá ao médico.  Certamente, ele será a pessoa mais indicada para o ajudar.
Vá, parta em direção ao desconhecido, em busca do seu SORRISO perdido....

Também poderá gostar de ver

1 comentários

  1. Já a vi de perto - essa moça, a Dona Depressão - embora ainda não tenha passado por ela... pensando bem, já passei sim, há muitos anos, mas na época, nem me dei conta de que estava deprimida. A coisa mais difícil do mundo é conviver com o deprimido. Não sabemos o que fazer. Não sabemos como lidar com a variação de humor. Não sabemos o que dizer e o que calar. Acho que quem convive com o deprimido também precisa de ajuda.

    ResponderEliminar

Vou adorar ler os seus comentários....
Concorde, discorde, dê a sua opinião...
Volte sempre.
Bem-haja pela sua visita

Popular Posts

PUBLICAÇÃO EM DESTAQUE

PRÉMIOS DE FOTOGRAFIA - ANIMAIS SELVAGENS HILARIANTES - II

PARTE 2 DE 8 Não resisto a partilhar estas imagens fantásticas e divertidas do   "HILARIOUS WINNERS OF THE FIRST ANNUAL ‘COMEDY WI...

recent posts

MY GOOGLE+