Lugares bonitos com história Viagens

LUGARES BONITOS COM HISTÓRIA - PARQUE NACIONAL DA PENEDA GERÊS

sexta-feira, maio 10, 2013Teresa Varela


Portugal é lindo, já o tenho dito muitas vezes e não me canso de dizê-lo.


Hoje levo-os numa pequena viagem, pelo Norte do país, num Parque Nacional espetacular "Peneda-Gerês", onde a fauna e a flora convivem harmoniosamente, numa paisagem verde, escarpada, rochosa e agreste, de rara e maravilhosa beleza, que, de onde em onde, nos transporta na história, por antigas pontes e escadarias
Aqui o ecossistema e a biodiversidade estão preservadas. A paisagem mantém a beleza natural, selvagem e única, sendo raras as manifestações da intervenção da mão humana.

"Criado em 1971, o Parque Nacional da Peneda-Gerês localiza-se no Alto Noroeste de Portugal, com uma área que se alonga em ferradura por cerca de 72000 hectares. Na sua área engloba territórios dos concelhos de Melgaço, Arcos de Valdevez, Ponte da Barca, Terras de Bouro e Montalegre. As bacias hidrográficas dos rios Lima, Homem e Cávado, que atravessam e retalham este território, condicionaram a ocupação humana desta região de chuvas abundantes e regulares e de elevados índices de humidade do ar. A elevada pluviosidade conduz, por vezes, à formção de lagoas em zonas elevadas, como é o caso da Lagoa do Marinho (vista panorâmica em 270°). 
O Parque engloba as Serras do Gerês, Peneda e Amarela, com cotas que ultrapassam os 1500 metros. A região é essencialmente constituída por rochas graníticas, podendo ocorrer ainda xistos e depósitos sedimentares. Em alguns locais é possível observar magníficas paisagens que englobam aspectos naturais e humanos, como é o caso do miradouro da Pedra Bela (vista panorâmica em 360°)
Grande parte destas serras foram humanizadas em continuidade, pelo menos desde o Neolítico e da invenção da agricultura e da pastorícia. Um destes exemplos é o Mosteiro de Pitões da Júnias (vista panorâmica em 360°). Actualmente, o território do Parque comporta 114 aldeamentos, onde vivem em permanência cerca de 10000 residentes. Esta população tem como actividades principais a agricultura, a pastorícia e a pecuária. Envelhecida e maioritariamente feminina, tem sofrido um decréscimo populacional acentuado nas últimas décadas." (Ler mais)



























































Imagens de Flickr


PS – Amavelmente, um leitor deste blog, ao qual muito agradeço, fez, relativamente a este artigo, a seguinte correção: “A Ponte da Misarela não é no Gerês, nem Ruivães é Gerês, mas sim, Vieira do Minho.
Peço desculpa por este engano, mas, por vezes, se não reconfirmarmos as informações, que pesquisamos na net, podemos cometer erros grosseiros, como é o caso da foto em causa.

Também poderá gostar de ver

1 comentários

  1. Olá, bom texto e imagens.

    Só um reparo. A Ponte da Misarela não é no Gerês, nem Ruivães é Gerês, mas sim, Vieira do Minho.

    De resto, está excelente.

    ResponderEliminar

Vou adorar ler os seus comentários....
Concorde, discorde, dê a sua opinião...
Volte sempre.
Bem-haja pela sua visita

Popular Posts

PUBLICAÇÃO EM DESTAQUE

PRÉMIOS DE FOTOGRAFIA - ANIMAIS SELVAGENS HILARIANTES - II

PARTE 2 DE 8 Não resisto a partilhar estas imagens fantásticas e divertidas do   "HILARIOUS WINNERS OF THE FIRST ANNUAL ‘COMEDY WI...

recent posts

MY GOOGLE+