Dureza; Desilusão; Cansaço; Conforto;

Transparências

segunda-feira, outubro 28, 2013Teresa Varela


Rostos fatigados,
Endurecidos, marcados,
Vagueiam de olhar ausente.
Sempre,caminhando em frente,
Sem hesitação, nem emoção.

Duras são as perdas.
Causticos são os medos.
Inolvidáveis são as desilusões.

Homens e Mulheres
Caminham, labutam, lutam,
Gritam, riem e choram.
Deixando que as suas almas transparentes
Se revelem,
Turvas e confusas,
Nos seus rostos sedentos de Vida e Amor.

As mãos enrugadas, da mulher que,
Curvada, suplica por uma esmola, ou uma côdea de pão,
Contam histórias ásperas, de uma infância dura,
Sem carinhos ou doçura,
E simbolizam  as feridas, em carne-viva,
Das dores da humanidade

Perdidos estaremos,
Sozinhos, num mundo hostil,
Se não encontrarmos de novo
O caminho sereno, da aventura inquieta.
O desejo profundo, da emoção da descoberta.

Peregrinos seremos,
Caminhando para uma qualquer terra Santa,
Em busca de um Deus compassivo,
Que nos limpe as lágrimas,
Nos adoce a expressão
E nos reconforte no seu abraço imenso,
De um Amor sem explicação.


Também poderá gostar de ver

0 comentários

Vou adorar ler os seus comentários....
Concorde, discorde, dê a sua opinião...
Volte sempre.
Bem-haja pela sua visita

Popular Posts

PUBLICAÇÃO EM DESTAQUE

PRÉMIOS DE FOTOGRAFIA - ANIMAIS SELVAGENS HILARIANTES - II

PARTE 2 DE 8 Não resisto a partilhar estas imagens fantásticas e divertidas do   "HILARIOUS WINNERS OF THE FIRST ANNUAL ‘COMEDY WI...

recent posts

MY GOOGLE+