Espiritual-Vida

ECOS DE MIM

sábado, novembro 02, 2013Teresa Varela

 
 
A melodia, suave, escorre abrupta,
Numa urgência frenética
A seara, loira,dança, embalada pela suave brisa
Num timbre afinado, o riacho entoa a canção da Terra.

A melancolia do entardecer,
A calma e leveza da aurora.
A profundidade da noite.

As estrelas brilham  num tapete azul, aveludado.
Pensativa, a Lua vigia as trevas, protegendo os sonhos.
Ergue-se orgulhoso e brilhante o Sol vibrante.
 “The wind” - Félix Vallotton

Sensíveis, coloridas e belas, as flores enchem o Mundo de cores.
Poderosas, as árvores erguem seus braços para o céu,
Lutando contra a força do vento e gemendo em surdina.

Rebanhos pastam serenamente,
Atentos aos predadores.
As crias, de todos os seres da natureza,  brincam,
Sob o olhar protetor e complacente dos pais.

Violenta, a chuva cai, 
Encharca a Terra sedenta,
E faz transbordar o Mar
Que, soltando um tenebroso e profundo rugido,
Se ergue em enormes e fantásticas Ondas
Que se desfazem em espuma contra os rochedos e os areais.
 
Álvaro Roxo - Portfólio Fotográfico

Homens, mulheres, crianças,
Corações abertos, mentes em combate,
Trilham  caminhos difusos,
Ordeiramente, definidos  ancestralmente

Um som subtil,
Uma fragrância misteriosa,
A miragem de uma figura diáfana e imaterial,
Um afago sobrenatural,
O Mistério  envolvente
E o Amor de um Deus invisível
Que se pode tocar.


Também poderá gostar de ver

0 comentários

Vou adorar ler os seus comentários....
Concorde, discorde, dê a sua opinião...
Volte sempre.
Bem-haja pela sua visita

Popular Posts

PUBLICAÇÃO EM DESTAQUE

PRÉMIOS DE FOTOGRAFIA - ANIMAIS SELVAGENS HILARIANTES - II

PARTE 2 DE 8 Não resisto a partilhar estas imagens fantásticas e divertidas do   "HILARIOUS WINNERS OF THE FIRST ANNUAL ‘COMEDY WI...

recent posts

MY GOOGLE+