Espiritualidade; Futuro; Determinismo; Símbolo

AS MÃOS

terça-feira, junho 07, 2016Teresa Varela


"O que vai ser a tua vida está nas tuas mãos."
Escultura - Santa Casa da Misericórdia - Braga
Imagem de Jorge Ganhão
Serão as nossas mãos um instrumento de tal forma poderoso que determine o que é ou o que virá a ser a nossa vida?
Simbolicamente, elas podem representar as nossas escolhas, comportamentos, atitudes, posturas e tomadas de posição, ou, indo mais longe, o nosso caráter e aquilo que somos psicológica, intelectual e emocionalmente.
As nossas mãos executam os mais diversos e variados trabalhos, alguns deles de extraordinária precisão, beleza, força ou delicadeza.
Com as nossas mãos podemos maltratar ou matar, mas também tratar, curar, ou aliviar dores do corpo e da alma.
Elas têm o poder de consolar e acalmar, fazer rir ou chorar.
Sensíveis, detetam imperfeições e distinguem o áspero do acetinado, o seco do húmido, ou o rugoso do liso.
Os movimentos que executam podem simbolizar sentimentos, palavras ou emoções e servem, também, para reforçar aquilo que dizemos ou fazemos.
Usamos, igualmente, as mãos para rezar ou meditar.
Na religião, espiritualidade e misticismo as mãos são um elemento de extrema importância.


As mãos cumprimentam, agradecem, pedem, dão, reverenciam veneram, e, crê-se,......


Mulher Indu rezando
 ....são poderosas fontes de concentração 
Meditar
e canalizadoras de energia....


Wicca
E, para uma mãe existirá momento mais extraordinário do que aquele em que, pela primeira vez, segura um filho nas suas mãos?


Tanto do que uma mãe é e dá - amor, carinho, trabalho, cuidado - educação - passa, literal e metaforicamente, pelas suas mãos.

Na mesma linha de pensamento, são as nossas mãos que decidem e determinam o destino dos homens.
Naturalmente, não poderemos atribuir esse determinismo apenas ao voto eleitoral, existente em todas as sociedades democráticas. 
Mas, em qualquer sociedade ou associação, mesmo nas secretas ou criminosas, grande parte das decisões são tomadas em função das escolhas, de uma maioria, ou por aqueles que, por qualquer razão, detêm um maior poder ou autoridade. Muitas dessas votações são feitas erguendo a mão ou através de voto secreto. Pelo que, mais uma vez, literal e figuradamente, o futuro está nas mãos dos homens.
Há poucos dias atrás, na Assembleia da República, foi votada uma proposta de Lei que previa a criminalização do Abandono dos Idosos. A Lei não passou. 
Estranhamente, muitos dos que agora votaram contra a criminalização do Abandono dos Idosos foram os mesmos que, em 2014, se bateram e fizeram aprovar a Lei que criminaliza os maus tratos dos Animais Domésticos.
Concordo, os animais não devem ser maltratados. Mas, abandonar os Idosos não é maltratar? 
Então, nesse caso, o que a Assembleia da República afirmou foi que os Animais são mais importantes do que as Pessoas, particularmente se estas forem idosas.
Com as suas próprias mãos, grande parte dos senhores deputados acabou de determinar o seu futuro e o nosso futuro.
Um dia, a grande maioria de nós será idosa. Um dia, estaremos velhos, teremos deixado de ser úteis, teremos deixado de ser independentes ou ter-nos-emos tornado um fardo incómodo para a família. Então, será lícito e legal que nos abandonem.
O determinismo não é uma coisa aleatória ou cruel, é a consequência direta ou indireta das nossas ações.
Assim se escreve o futuro. Esse futuro que está e sempre esteve, em grande parte,  nas minhas, nas tuas, nas vossas mãos.



Também poderá gostar de ver

0 comentários

Vou adorar ler os seus comentários....
Concorde, discorde, dê a sua opinião...
Volte sempre.
Bem-haja pela sua visita

Popular Posts

PUBLICAÇÃO EM DESTAQUE

PRÉMIOS DE FOTOGRAFIA - ANIMAIS SELVAGENS HILARIANTES - II

PARTE 2 DE 8 Não resisto a partilhar estas imagens fantásticas e divertidas do   "HILARIOUS WINNERS OF THE FIRST ANNUAL ‘COMEDY WI...

recent posts

MY GOOGLE+