Atualidade; Violência; Poder

Os Outros

sexta-feira, junho 17, 2016Teresa Varela

Discoteca Pulse - Orlando - Florida
12.06.2016

Ataque na madrugada deste domingo fez pelo menos 50 mortos e outros 53 feridos hospitalizados.
O atirador tinha 29 anos, chamava-se Omar Saddiqui Mateen - Norte-americano de origem afegã.
Observação: A Pulse é uma discoteca Gay




Biblioteca Municipal - Birstall - Reino Unido
16.06.2016

Jo Cox, 41 anos, deputada do Partido Trabalhista, morreu esta quinta-feira depois ter sido esfaqueada e baleada.
Estava em campanha a favor da permanência do Reino Unido na União Europeia. 
Atirador: Ainda não identificado.
Observação: O Reino Unido decide a 23 de Junho, em referendo, se continua, ou não, na União Europeia.


Campeonato Europeu de Futebol - 2016 - França
16.06.2016

O Campeonato Europeu de Futebol de 2016, em França, teve já vários casos registados de vandalismo e de violência entre os fãs, tanto nos estádios, como nas cidades perto destes
Os organizadores e os governos de vários países condenaram a violência e recomendaram várias sanções, tais como a eventual desqualificação do torneio e a proibição de bebidas alcoólicas.
Observação: O Futebol é um desporto. O Campeonato pretende apurar o país que se sagrará campeão Europeu em 2016.

Aparentemente, estes três acontecimentos nada têm a ver uns com os outros. No entanto, se analisarmos melhor, eles são e revelam exatamente a mesma coisa, intolerância, violência, extremismo, preconceito, "bairrismo"...
E, a tudo isto está subjacente a ideia ou ânsia pelo poder.
Que poder? Qualquer tipo de poder. O poder de matar, o poder de vencer, o poder de destruir, o poder de marginalizar, o poder de dominar, o poder de ter poder...
Vivemos numa sociedade violenta. A culpa é da Sociedade, dirão alguns. Qual sociedade? pergunto eu. A sociedade anónima de responsabilidade limitada?
A sociedade somos nós todos. É uma chatice. 
Se a sociedade é a culpada, então, isso quer dizer que os culpados somos todos nós. 
Tanto quanto sabemos, não há por aqui extraterrestres invisíveis, ou que se confundam com humanos, que andem a manipular a sociedade. Até porque a sociedade não tem vida própria, nem existência material, personalidade jurídica, ou qualquer outro tipo de personalidade.
A sociedade é permissiva? Isso só quer dizer que nós somos permissivos. A sociedade é injusta? Logo, nós somos injustos. A sociedade é cruel? Então, nós somos cruéis. A sociedade está-se a "borrifar" para os problemas e sofrimento das pessoas? Não, nós é que nos estamos a borrifar. A sociedade acha que as pessoas têm a mania de se armarem em vítimas? Não, nós é que achamos. A sociedade não tem valores? Não, nós é que não os temos ou não agimos de acordo com os valores que dizemos ter. A sociedade é cobarde, ardilosa, preconceituosa, indiferente, manipuladora? 
A Sociedade não é coisíssima nenhuma, pois ela não tem existência própria, somos nós humanos que a fazemos, fomos nós que a criámos e somos também nós que a podemos modificar.
Há grupos dentro da sociedade que são mais castigados do que outros?  Claro que há. Porque uns os castigam e outros viram a cara para o lado. 
Mas, por vezes, há grupos mais castigados que também o são porque eles próprios assumem o estatuto de vítima ou colocam rótulos em si próprios, como quem hasteia uma bandeira, ou porque pretendem vingar-se ou culpar todos os outros, que não fazem parte do seu grupo, de tudo de mau que lhes acontece.
Em última análise, todos somos seres humanos e deveria ser com base nessa característica primeira e fundamental que nos deveríamos relacionar uns com os outros e moldar a Sociedade que criámos.

Também poderá gostar de ver

2 comentários

  1. Um texto muito coerente, Teresa.
    Fico muito triste, chateada mesmo, de ver o rumo que as coisas - todas elas - estão tomando no mundo. Ou estamos mesmo à beira de alguma grande mudança, o que explicaria essa bagunça, ou é o fim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, tudo isto faz medo. Medo pela incoerência e pela impassibilidade das pessoas que só se "mexem" quando o pé que é pisado é o delas.
      Mas,o material de que somos feito é o mesmo que o das estrelas, logo, somos emergia inteligente. Havemos de descobrir uma forma de dar a volta a isto.
      Abraço

      Eliminar

Vou adorar ler os seus comentários....
Concorde, discorde, dê a sua opinião...
Volte sempre.
Bem-haja pela sua visita

Popular Posts

PUBLICAÇÃO EM DESTAQUE

PRÉMIOS DE FOTOGRAFIA - ANIMAIS SELVAGENS HILARIANTES - II

PARTE 2 DE 8 Não resisto a partilhar estas imagens fantásticas e divertidas do   "HILARIOUS WINNERS OF THE FIRST ANNUAL ‘COMEDY WI...

recent posts

MY GOOGLE+